Insensíveis à tragédia
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Insensíveis à tragédia

Ditaduras comunistas como as da China e Cuba e oposição de esquerda no Brasil respaldam farsa eleitoral da tirania bolivariana de Maduro na Venezuela tentando mascarar gestão catastrófica com lorotas socialistoides

José Nêumanne

22 Maio 2018 | 11h41

Manifestante protesta contra fraude em mais uma reeleição do tirano bolivariano Maduro na Venezuela. Foto: Miguel Gutiérrez/EFE

A total insensibilidade de países com menor relevância, com todo o respeito, no concerto mundial, tais como Cuba, El Salvador e Bolívia, ou uma gigante política e econômica, a China, no que diz respeito à tragédia atual do povo venezuelano, submetido à tirania incompetente do chavista Nicolás Maduro, reflete a prioridade absoluta desses governos a meros interesses comerciais e ideológicos e a seu desinteresse pela liberdade e pela democracia. No Brasil, cujo governo não reconheceu o resultado da farsa eleitoral de domingo, partidos da oposição de esquerda, como o PSOL, o PCdoB e outros, fingem que nada ocorre na fronteira de Roraima e o PT, cujo chefão, Lula, sempre beijou a mão dos ditadores comunistas, faz de conta que nada disso é com ele.

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – na terça-feira 22 de maio de 2018, às 7h40m)

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

Para ouvir Amanhã, de e com Zé Rodrix, clique aqui

 

Abaixo, os assuntos para o comentário da terça-feira 22 de maio de 2019

 

1 – Haisem Qual o principal motivo pelo qual países irrelevantes como Cuba, Bolívia e El Salvador e um gigante político e econômico, como a China, não manifestam nenhuma sensibilidade para a tragédia do povo venezuelano sob o chavismo de Nicolás Maduro?

 

2 – Carolina O que mais o perturbou ao tomar conhecimento das informações divulgadas ontem no Jornal Nacional pelo repórter Murilo Salviano, da GloboNews, de que a inteligência americana, um mês depois do atentado terrorista no Riocentro em 30 de abril de 1981, informou ao governo dos Estados Unidos que sua autoria era de agentes do DOI-Codi, e não de grupos de esquerda, como o Exército acusou à época?

 

3 – Haisem O que tanto incomoda Michel Temer e seus parceiros Eliseu Padilha, no palácio, e Henrique Eduardo Alves, na cadeia, em relação às delações do delator Flávio Calazans e do “operador do MDB” Mário Almeida e a acusação que alcança o advogado deste, Antônio Figueiredo Basto?

 

4 – Carolina O Estadão publicou na primeira página de hoje que a Advocacia Geral da União alertou diversas vezes o Palácio do Planalto sobre inúmeras irregularidades cometidas no tal decreto dos portos, que Temer assinou no ano passado. Será que o trio Temer, Eliseu e Moreira não aprenderam aquela lição de nossos avós de que “quem avisa amigo é”?

 

5 – Haisem A política de reajuste diário da gasolina, adotada pela Petrobrás, é inevitável ou o desgaste por ela produzido seria evitado, caso o governo Temer a abandonasse?

SONORA_ELISEU RESENDE

 

6 – Carolina O governo Temer tem como suportar a pressão de um protesto de caminhoneiros como o que aconteceu ontem no Brasil a partir do aumento do Diesel?

 

7 – Haisem Como você recebeu a informação de que Carlos Miranda, delator premiado que se apresentou como braço direito de Sérgio Cabral na roubalheira há 30 anos, contou que o Rio só sediou a Olimpíada de 2016, porque o tal de Rei Arthur comprou votos de quatro africanos do Comitê Olímpico Internacional?

SONORA_MIRANDA 01

 

8 – Carolina A que interesses atende o movimento na Câmara dos Deputados que está para tornar realidade o atendimento ao pleito de políticos que querem criar 200 novos municípios no Brasil neste momento de crise econômica e tumulto político em que o Brasil vive?

 

SONORA Amanhã, de e com Zé Rodrix

https://www.youtube.com/watch?v=WZN3HBO2Fds