Inflação assola mundo, e mais o Brasil

Carestia de produtos básicos para população mais pobre participa penosamente para piorar muito a situação da economia brasileira, com crescimento equivalente ao de países como Argentina e Turquia

José Nêumanne

22 de novembro de 2021 | 17h11

Mulher faz compra em supermercado de Brasília; conjuntura difícil da economia, combate descoordenado à pandemia e gestão desastrada da economia têm feito brasileiro perder poder de compra Foto: Dida Sampaio/ Estadão

A inflação em 12 meses nos EUA é a maior desde 1990. No Reino Unido, a maior desde 2011. Na zona do euro, a maior em 13 anos. Ainda assim, o Brasil se destaca e integra o pequeno grupo das nações com inflação acumulada em 12 meses acima de dois dígitos, como mostra uma compilação do Banco de Compensações Internacionais (BIS, que é uma espécie de “banco central dos bancos centrais”). Com taxa de 10,7%, o País está no time da Argentina, com 51,7% em um ano até setembro, e da Turquia, com 19,6%, no mesmo período. Ou seja, especificamente no caso brasileiro, a tragédia humanitária provocada pela soma de ignorância, estupidez e insensibilidade no combate à pandemia de covid foi e será agravada pelo desastre da gestão econômica. E, para nunca variar, o povo é que vai pagar a conta, gota a gota do suor.

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

Assuntos para comentário da segunda-feira 22 de novembro de 2021

1 – Haisem – Brasil deve ter pior resultado das economias emergentes – Esta é a manchete de primeira página da edição impressa do Estadão de 22 de novembro de 2022. Depois dessa notícia trágica, o que o mundo fará dos anúncios mirabolantes de Paulo Guedes

2 – Carolina – PSDB suspende prévias por falha no aplicativo e amplia a crise – Este é o título de uma chamada de primeira página do jornal desta segunda-feira. O que está por trás de mais esse fracasso dos tucanos a menos de um ano da eleição presidencial de 2022

3 – Haisem – Apesar de críticas de Bolsonaro, Enem trata de gêneros e luta de classes – Este é outro título de chamada de primeira página do Estadão de hoje. A que conclusões é possível chegar depois de todas as confusões criadas, às vésperas do Exame Nacional da Educação Média, pelo comando bolsonarista no ministério encarregado das provas

4 – Carolina – Educação antes de tudo, acha Cristovam – Este é o título do vídeo da série Nêumanne Entrevista desta semana no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão que está circulando. O que o ex-governador do Distrito Federal diz de novo sobre a tragédia da instrução pública no Brasil contemporâneo

5 – História secreta da escravidão por Risério – Este é o título do vídeo da série Dois Dedos de Prosa desta semana em seu blog no portal do jornal que hoje circula. Quais são as novidades trazidas ao debate público pelo antropólogo baiano no debate nacional sobre a escravatura

6 – Carolina – Ultradireita e esquerda farão segundo turno para presidente do Chile – Este é o título de mais uma chamada de primeira página do Estadão. Que novidades traz para o debate da eleição brasileira do ano que vem essa notícia sobre a polarização no pleito chileno, a seu ver

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.