Imitando o inimigo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Imitando o inimigo

Ao acusar Janot de atacá-lo por ódio pessoal, Temer imita tática do inimigo Lula contra Moro

José Nêumanne

30 de junho de 2017 | 16h52

Fiasco do Fora Temer, falta de vice e esperança nas reformas mantêm Temer no poder Foto: JCBARRETO/FUTURA PRESS

Esta semana começou com o presidente Michel Temer afirmando que continuava confiante e que nada os destruirá, nem ele nem seus ministros de confiança (aliás, só ele confia neles), na expetativa de chegar a suas mãos a acusação de Janot de que ele teria cometido crime de corrupção passiva. Na segunda-feira passada, dia 26 de junho de 2016, às 17 horas, comentei as principais notícias do dia, apresentadas pelo diretor da Rádio Eldorado, Emanuel Bomfim, no programa Estadão às 5 da Rádio Estadão, transmitido por Youtube, Twitter e Facebook. Na mesma ocasião, lembrei que, ao tratar Janot como inimigo pessoal e preferencial, Temer imita Lula que, como ele, em vez de se defender, acusa o juiz Moro.

( Comentários no Estadão às 5, na TV Estadão, na segunda-feira 26 de junho de 2017, às 17 hs.)

Para ver clique aqui