Hospício já para Bolsonaro

Para garantir sua indicação para STF na vaga do decano, Marco Aurélio Mello, Noronha paralisou julgamento no STJ de recurso de defesa do primogênito do presidente, Flávio Bolsonaro, o senador sonso

José Nêumanne

20 de novembro de 2020 | 18h33

Noronha interrompeu bruscamente a leitura do relatório de Fischer no STJ para dar tempo pedido pela defesa de Flávio Bolsonaro para mandar para as calendas julgamento dos crimes de que é acusado., Foto: Dida Sampaio/Estadão

1 – João Otávio de Noronha interrompeu a leitura do relatório do colega Félix Fischer, do STJ, para pedir vista e adiar para as calendas o recurso da defesa do senador sonso Flávio Bolsonaro, denunciado pelo MP/RJ por extorquir servidores-fantasmas de seu gabinete na Alerj, na esperança de ganhar de papai Jair vaga de Marco Aurélio Mello no STF. 2 – A Primeira Turma do STF suspendeu habeas corpus do traficante André do Rap, concedido pelo dito cujo decano. E daí? Quem vai achar o criminoso para prendê-lo de novo? 3 – Povo de Macapá continua às escuras com segundo apagão 15 dias e noites depois do primeiro. 4 – Meninos da Anvisa vão à China para supervisionar fábricas de vacina da Covid. Inspeção técnica ou turismo? 5 – Hospício já para Bolsonaro! Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.