Homologar, já!

Homologar, já!

Cármen dá sinais de que STF pode homologar delações da Odebrecht antes de escolher relator

José Nêumanne

24 de janeiro de 2017 | 09h12

De plantão no STF, Cármen Lúcia conversa para evitar delongas Foto André Dusek/Estadão

De plantão no STF, Cármen Lúcia conversa para evitar delongas Foto André Dusek/Estadão

Este ano de 2016 do B começou com muitos fatos aziagos. Mas nesta terça-feira, logo cedo, tive uma excelente notícia: a de que a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, avalia a possibilidade de autorizar que a equipe de juízes auxiliares de Teori Zavascki continue a trabalhar nas delações da Odebrecht durante esta e a próxima semana. No entanto, ela parece isolada, como indica o fato de no velório do ministro, em Porto Alegre, todos os seus colegas que lá foram o elogiaram, mas avançam para abocanhar mais um naco de poder em proveito da própria vaidade, no mínimo. Quem elogiou Zavascki deveria honrar a própria palavra, em vez de negá-la, querendo se aproveitar da ocasião.

(Comentário no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92,9 – na terça-feira 24 de janeiro de 2017, às 7h10m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.