História secreta da escravidão por Risério

História secreta da escravidão por Risério

No livro "As sinhás pretas da Bahia, suas escravas, suas joia", antropólogo conta que ex-escravas baianas compravam alforria, enriqueciam, adquriiam imóveis, joias e escravizavam outras mulheres

José Nêumanne

21 de novembro de 2021 | 13h53

1 – “As sinhás pretas da Bahia, suas escravas, suas joias”, de #antonioriserio, conta que ex-escravas compravam liberdade, enriqueciam e escravizavam. 2 – Em #doisdedosdeprosa, autor chama de “fascistas identitários” ativistas do movimento negro e radicais de esquerda que desprezam sua pesquisa. 3 – Contra os críticos, que dizem que preto pobre no Brasil fala “pretuguês”, porque as línguas africanas não têm ele, ele argumenta que sem ele é o tupi. #joseneumannepinto. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade vai nos salvar. Para ver vídeo no YouTube clique no link abaixo: https://youtu.be/TQkfGxG-IUo Instagram: @antonioriserio Facebook: Antonio Riserio

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.