Haddad, ufa, candidato

Haddad espera chegar ao segundo turno apoiado no carisma de seu líder Lula, mas terá também de levar em conta a péssima lembrança que o maior colégio eleitoral do País tem de sua passagem pela prefeitura de São Paulo

José Nêumanne

12 de setembro de 2018 | 00h01

Com uma história controversa, Haddad vai de estepe a poste de Lula

(Comentário no Jornal da Gazeta 1 terça-feira 11 de setembro de 2018)

Para ver clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.