Greve geral, uma ova!

Manifestações de rua e forçação de barra no noticiário sensacionalista sobre hackeamento dos celulares de agentes da lei que combatem corrupção fazem parte do Festival de Mentiras que Assola o País

José Nêumanne

15 de junho de 2019 | 18h28

O uso e abuso da cor vermelha nas camisetas e bandeiras são um truque antigo para transformar bandos de gatos pingados em “multidões”. Foto: Daniel Teixeira/Estadão

O que se viu na sexta 14 de junho nas ruas e praças do Brasil não foi um movimento de trabalhadores contra a reforma da Previdência ou o que quer que fosse, mas uma farsa que faz parte do Festival de Mentiras que Assola o País, capitaneado pela esquerda, em especial o PT, que sofreu uma derrota massacrante nas urnas em outubro e tenta sabotar a vontade popular no voto para promover o fiasco dos vencedores e voltar a saquear os cofres da República. Deste festival também faz parte a forçação de barra nos noticiários da televisão, em especial a Globo, usando informações hackeadas criminosamente e distorcidas para comprometer agentes da lei responsáveis pelo combate ao crime organizado e à corrupção no Brasil, como denunciou em brilhante artigo à revista Crusoé do site O Antagonista o professor Modesto Carvalhosa. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.