Governo não se meterá com a Justiça

Governo não se meterá com a Justiça

Depois de declarar que filho Flávio deverá ser punido se errou, Bolsonaro adotou tese deste de que episódio da Alerj é apenas uma forma de tentar prejudicar seu governo usando para isso seu "garoto"

José Nêumanne

24 de janeiro de 2019 | 18h37

Bolsonaro mudou de opinião sobre episódio que envolve filho Flávio no mesmo dia. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Bolsonaro admitiu cedo que filho Flávio será punido se errou e, mais tarde, que o investigam para tentar prejudicar o pai. Mas Moro garantiu que Executivo não se intrometerá com Judiciário. Mourão e Lorenzoni não deveriam ter mudado texto que regulamenta acesso à informação. Como dói saber quanto sofrem os venezuelanos. Denúncia contra jornalista da GloboNews fotografado conversando com procurador é coisa de tropa de SS nazista. Um nojo! Se gostou deste vídeo, por favor, dê um like, compartilhe no Facebook e no Twitter, inscreva-se no meu canal e clique no sininho para ser avisado quando eu publicar os próximos. Direto ao assunto. Inté. E Deus é mais.

Para ver o vídeo clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.