Governo denuncia os próprios crimes

Desgoverno de Bolsonaro divulgou documento teoricamente preparado para orientar defesa na CPI da Covid do Senado com a relação de 23 deslizes cometidos na gestão da pandemia

José Nêumanne

27 de abril de 2021 | 22h21

O coronel Élcio Franco foi transferido do Ministério da Saúde para a Casa Civil para coordenar a maior trapalhada da história do Executivo ao dar à CPI da Covid relação dos crimes do governo na pandemia. Foto: Júlio Nascimento/PR

1 – Desgoverno de #jairbolsonaro relacionou #23crimes que cometeu na #pandemia à #cpidacovid, uma obra de genialidade às avessas do #coronelelciofranco, que foi o segundo de #eduardopazuello no #ministeriodasaude, onde usava na lapela, ao lado do broche da pasta, outro com uma #caveiraatravessadaporumpunhal, símbolo de sua servidão à #morte. 2 – O #presidentedarepublica posou ao lado de apoiadores, como #sikerajr. com um cartaz com os dizeres #cpicancelado, lema dos policiais matadores de suspeitos. O #consorciodaimprensa registrou até a noite de domingo #390.325 mortes por covid, #195.949 das quais nos #113 primeiros dias do ano, número maior do que as #194,976, registradas em #289 dias de #2020. 4 – O repórter #caiosartori, do #estadao, constatou que #ministeriopublicodorio apurou que cinco funcionários do gabinete do #chefedoexecutivo quando era deputado federal receberam #R$165mil em auxílios, quatro dos quais sacaram todo o valor recebido no caixa, como é comum em casos de #peculato. #joseneumannepinto. #diretoaoassunto. Inté. E só a verdade salvará as nossas vidas.

Para ver o vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.