As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Governo comprou manutenção de veto

Manter na Câmara veto de Bolsonaro a reajuste de servidores foi pago pelo governo com liberação de emendas parlamentares e outras vantagens para Centrão, que lhe deu a vitória

José Nêumanne

21 de agosto de 2020 | 20h21

Ao protagonizar manutenção do veto de Bolsonaro a reajustes de servidores pela Câmara, derrubado no Senado, Maia passou mais uma vez impressão defender responsabilidade fiscal. Foto: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

Para garantir a manutenção do veto ao reajuste dos salários dos servidores na Câmara dos Deputados, lideranças governistas atrelaram a negociação a mais recursos do Orçamento desteano para emendas parlamentares, à prorrogação do auxílio emergencial e atémesmo à possibilidade de Estados e municípios usarem recursos do Fundo do Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), principal fonte de financiamento da instrução pública, e para o pagamento de aposentados. Na fatura do Centrão entrou tambémum acordo para socorrer em R$ 4 bilhões os transportadores urbanos. Então, o dinheiro que não foi para o reajuste dos servidores, vetado peloSenado, foi compensado pelos recursos públicos desviados para os bolsos deparlamentares em forma de emendas orçamentárias. A nova política é velhíssima, gente!Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:https://soundcloud.com/jose-neumanne-pinto/neumanne-210820-direto-ao-assunto
Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

Assuntos para comentário da sexta 21 deagosto de 2020:1 – Governopromete verba e veto a reajuste de servidor é mantido – Esta é a mancheteda edição impressa do Estadão de hoje. A que conclusões você chega depois dovaivém do derruba-mantém da bomba fiscal no Congresso Nacional no meio destasemana
2 – STFbarra monitoramento de servidores ‘antifascistas’ – É o título de chamadano alto da primeira página do Estadão. Você acha que esta votação quase unanimeda cúpula do Poder Judiciário basterá para deter o impulso da chamada“arapongagem” por parte da cúpula do Executivo
3 – Mentorde Trump, Steve Bannon, é preso por desvio de doações – Revela outrachamada de primeira página do jornal. Que conseqüências essa notíciasurpreendente pode ter sobre a chamada “ala ideológica” do governo Bolsonaro,na sua opinião
4 – JoeBiden encerra convenção democrata com promessa de tirar os Estados Unidos dacrise. Este é mais um título de primeira página do Estadão. Quais são aschances de a oposição interromper a onda conservadora que pode vir de umareeleição do republicano Donald Trump, na sua opinião
5 – Investigaçãoapura que loja de Flávio Bolsonaro “lava” 21 milhões de reais. Este é otítulo de uma notícia publicada na capa do Portal do Estadão nesta sexta-feira.Você acha que o primogênito do presidente pode empurrar esse inquérito doMinistério Público do Rio com a barriga com negativas e adiamentos até quando
6 – Luladiz que “é plenamente possível” PT não ter candidato à Presidência – É otítulo de outra chamada de capa do Portal do Estadão na tela desde ontem. Vocêacredita nesta hipótese ou acha que é mais uma jogada retórica do ex-presidentepetista

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: