Gilberto Natalini: tortura mancha farda

Gilberto Natalini: tortura mancha farda

O ex-vereador de São Paulo condenou a defesa pública feita por Bolsonaro e Mourão da tortura na ditadura militar e constatou que a prática nefasta continua sendo impune e até tolerada em delegacias

José Nêumanne

14 de abril de 2021 | 06h55

1 – O ex-vereador de #saopaulo #gilbertonatalini disse no @neumanneentrevista especial desta semana que #torturanuncamais é uma ilusão da @redemocratizacao, pois os presos comuns são torturados pela #policia e nos lares os maus tratos contra crianças e mulheres são bárbaros e frequentes. 2 – “A #tortura é uma mancha na #farda, mas esperamos que a farda não se torne ela mesma uma mancha só”, disse ele. 3 Este é o caso do vereador #jairojunior e da namorada, #moniquemedeiros, cúmplices na tortura e assassinato do filho dela, #henryborel, de 4 anos, no #riodejaneiro. 4 – Os prenúncios de que a impunidade do vereador carioca pela decência de todos quanto resistiram à ocultação do crime tem dias contados dão ao #brasil esperança de que este caso não seja arquivado. #joseneumannepinto, #neumanneentrevista, #direto ao assunto. Inté. E só a verdade salvará as nossas vidas.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.