Fux e Barroso viram tabuleiro e mesa

Novato Marques atendeu ao acordo do patrono Bolsonaro com o padrinho Gilmar, mas ficou sozinho na parada; o "acordão" para obedecer ao presidente perdeu por 6 a 5 ou 7 a 4, a escolher

José Nêumanne

07 de dezembro de 2020 | 21h56

Gilmar espalhou que Fux e Barroso se comprometeram com ele a votarem a favor da reeleição e, depois da forte pressão contrária, preferiram ouvir clamor das ruas, que nunca escutou. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Por 6 a 5, o STF não permitiu reeleição de Davi Alcolumbre para presidência do Senado e do Congresso. No caso de Rodrigo Maia, a derrota foi ainda maior, com o placar de 7 a 4. A diferença nos dois resultados se deu por conta do voto do ministro Nunes Marques. Indicado ao tribunal pelo presidente Jair Bolsonaro e que optou por permitir a Alcolumbre e negar a Maia, alinhado aos interesses do Palácio do Planalto. A Corte evitou a decisão lamentável, mas a substituição de Marco Aurélio em julho influirá em futuras votações. Antes, Rosa Weber votou negou prisão em segunda instância. Marco Aurélio reiterou seu voto contra a prisão do traficante André do Rap. Kássio Nunes Marques mostrou que é tolice pensar que impossibilidade de ser demitido isenta nomeado de prestar vassalagem aos chefões políticos que o nomearam.

Para ouvir comentário clique no ícone do play na imagem abaixo

:

 

Assuntos para comentário da segunda-fiera 7 de dezembro de 2020:

1  – STF veta reeleição de Maia e de Alcolumbre – Este é título de uma chamada no alto da primeira página da edição impressa do Estadão de hoje. Até quando você acha que prevalecerá a sensatez como esta em decisões do Supremo Tribunal Federal

2 – Senado elabora projeto que reformula o Bolsa Família – diz a manchete da edição impressa do jornal hoje. O que atitudes como esta sinalizam sobre o futuro do populismo de direita e de esquerda no Brasil contemporâneo.

3 – Presidente perde se apostar no radicalismo, diz ACM Neto – Este é o título de outra chamada de primeira página no jornal de hoje. É o oposto do que previu o candidato derrotado na eleição de 2018, Fernando Haddad. Qual dos dois terá, a seu ver, razão

4 – Bolsonaro não deixa Pazuello trabalhar, diz Belfort – Este é o título do post com chamada na capa no Portal do Estadão com a continuação da série Nêumanne entrevista desta semana com o presidente da Academia Nacional de Medicina. Por que você recomenda a leitura desta entrevista

5 – Macapá terá segundo turno entre Josiel Alcolumbre e Antônio Furlan – Este é o título de notícia em destaque na capa do Portal do Estadão hoje. Que importância terá a decisão final desta disputa no panorama político atual e na eleição presidencial de 2022

6 – Abstenção marca eleição legislativa na Venezuela – diz título de mais uma chamada na primeira página do Estadão de hoje. O que você tem a dizer sobre esta notícia

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.