Fundão tem até falsificação
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Fundão tem até falsificação

Ideia de mais que dobrar verbas eleitorais é um escândalo que se multiplica desde que deputado falsifica assinatura de líder do PL no Senado e relator aceita isso como normal, que deve ser tratado como engano

José Nêumanne

09 de dezembro de 2019 | 20h33

Domingos Neto não vê nenhum problema em colega falsificar assinatura de documento que serviu de base para seu relatório. Foto: Agência Câmara

O Fundão Eleitoral é um escândalo de grande monta, porque o cidadão não pode ter obrigação de bancar bilionárias campanhas municipais sem ter nenhuma ligação com partido ou grupo político. A falsificação da assinatura do senador Jorginho Mello (PL-SC) pelo deputado Wellington Roberto (PL-PB), torna-o um duplo caso de arquivamento do relatório e substituição no cargo do deputado Domingos Neto (PSD-CE) e cassação e denúncia penal comum contra o falsificador, que a confessou cinicamente.

Para ouvir comentário no Jornal Eldorado clique aqui e no play

 

Assuntos para comentário da segunda-feira 9 de dezembro de 2019

1 – Haisem – Qual a importância da denúncia de falsificação de assinatura do senador Jorginho Mello pelo deputado Wellington Robero, ambos do PL do ex-deputado e condenado na Lava Jato Waldemar Costa Neto, em documento de apoio do aumento do Fundo Eleitoral de 2 para 3,8 bilhões

2 – Carolina – “Nunca ouvi ‘meu cliente é inocente’ – disse o presidente do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, Viktor Luiz Laus, em entrevista a Luiz Maklouf de Carvalho, com chamada de primeira página no Estadão hoje. Isso o surpreende de alguma forma

3 – Haisem – Expectativa econômica melhora, e reprovação a Bolsonaro para de subir – é a manchete da Folha de S. Paulo noticiando resultado da última pesquisa DataFolha. Você diria que uma informação justifica a outra

4 – Carolina – Ministro que prendeu juiz evita fama de herói – é o título do perfil do ministro do Superior Tribunal de Justiça Og Fernandes, relator da Operação Faroeste que devassa Judiciário corrupto da Bahia. Qual é sua opinião a respeito

5 – Haisem – Que influência poderão ter os protestos de rua mais uma vez registrados ontem contra a jurisprudência que proíbe prisão de condenados em segunda instância pelo Supremo Tribunal Federal

SONORA_MAJOR OLIMPIO 0912

6 – Carolina – Avanço tecnológico faz Brasil bater recorde em produção agrícola – relata manchete de primeira página do Estadão hoje. Seria, a seu ver, o caso de comemorar mais este desempenho de nosso agronegócio

7 – Haisem – Lula pediu obra em Cuba, afirma Marcelo Odebrecht – é a manchete da Folha de S.Paulo de hoje a respeito da última pesquisa Datafolha. A notícia altera alguma coisa o status de condenado em três instâncias solto e com a língua solta

8 – Carolina – Cruzeiro perde, cai e jogo acaba em violência, registra chamada de primeira página do Estadão. Depois da interrupção do jogo vencido pelo Palmeiras contra o Cruzeiro no Mineirão você acha que ainda pode haver alguém que defenda futebol com torcida única

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: