Frota pede para Alcolumbre cassar Flávio

Ex-aliado da famiglia Bolsonaro apela a presidente do Senado para punir com cassação do mandato do primogênito do presidente da República por causa de crimes de que ele é acusado pelo MPRJ

José Nêumanne

05 de janeiro de 2021 | 22h48

Frota cumpre seu dever ao pedir cassação do filho de Bolsonaro, mas, de saída do posto, presidente Alcolumbre não deverá atendê-lo. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Ex-aliado da família Bolsonaro, hoje rompido com o clã, o deputado federal  Alexandre Frota formalizou pedido cobrando do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, a abertura de um processo disciplinar para cassar o mandato do senador Flávio Bolsonaro. O pedido baseia-se na peça em que o MPRJ acusa o primogênito do presidente de extorsão, corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Mas o destinatário do pedido, que não tem a menor intenção de desagradar Jair Bolsonaro, arquivou, sem possibilidade de volta, pedidos de impeachment de ministros do STF, do procurador-geral da República, Augusto Aras, e de sua antecessora no cargo, Raquel Dodge. Frota cumpre seu dever. E, de volta ao oblívio do baixo clero, Alcolumbre Batoré jamais honrará o mandato de oito anos concedido pelo povo do Amapá.

 
 

Assuntos para o comentário de terça-feira 5 de janeiro de 2021:

1 – Frota pede ao Senado abertura de processo disciplinar para cassar mandato de Flávio Bolsonaro – Este é o título de uma chamada de capa da edição atual do Portal do Estadão. Quais são as chances de o presidente do Congresso Nacional e do Senado, Davi Alcolumbre, aceitar esse pedido

2 – Vacinação em rede privada terá de seguir o SUS – Esta é a chamada de uma notícia de primeira página na edição impressa do Estadão hoje. Que sentido você vê numa decisão deste gênero tomada pelo Ministério da Saúde mais omisso do mundo em matéria de imunização

3 – Com PT, oposição apoia candidatura de Baleia – Este é o título de reportagem na página A 4, de abertura do noticiário político na edição impressa do Estadão hoje. A adesão à campanha do deputado do MDB foi aprovada por 27 votos, contra 23, em reunião virtual de mais de duas horas. Qual é o peso do apoio da bancada petista de deputados federais, a maior, ao candidato da chapa dissidente ao Planalto articulada por Rodrigo Maia

4 –  Lyra foi cobrado por Receita por “rachadinha”  – Este é o título de uma chamada de primeira página do jornal hoje. Até essa notícia você tinha alguma ilusão de que o candidato governista à Presidência da Câmara tivesse uma ficha imaculada para disputar um cargo na linha sucessória da Presidência da República

5 – Seu artigo publicado hoje no blog do Nêumanne no Portal do Estadão hoje é intitulado  Donald afunda no próprio cuspe. Mas, e Jair? Por favor, dê um spoiler sobre os temas desse seu texto

SONORA SPOILER

6 – A democracia se encontra em “estado de alarme”, com o surgimento de candidatos que não têm se comprometido em respeitar o resultado das urnas, conforme declarou ontem o ministro do Supremo Tribunal Edson Fachin. O que de mais preocupante contém essa afirmação

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.