Flávio precisa se explicar
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Flávio precisa se explicar

Irritado com perguntas de jornalistas à porta do palácio sobre inquérito sobre seu primogênito no MP do Rio, presidente Bolsonaro perdeu compostura, disse que interlocutor tinha cara de homossexual e referiu-se à mãe de outro

José Nêumanne

21 de dezembro de 2019 | 20h15

Flávio responsabiliza por seu processo quem quer prejudicar o pai presidente, mas este diz que não tem nada que ver com isso. Foto: Dida Sampaio/Estadão

O presidente Jair Bolsonaro teve um entrevero com jornalistas na presença de admiradores à porta do palácio a respeito da investigação do MP do Rio sobre suspeita de “rachid” (ou seja, devolução do parte dos vencimentos de servidores de seu gabinete) quando seu filho Flávio era deputado estadual na Alerj. Disse a um repórter que havia feito pergunta a respeito que ele podia até acusá-lo de ser homossexual, no mínimo uma impropriedade desrespeitosa, pois opção sexual não é crime de que se acusar. Como pai o chefe do governo seria exemplar se convencesse o primogênito a provar a inocência que alega no processo judicial,e não tentando interrompé-lo e acusando juiz, MP, polícia e imprensa de tentarem prejudicar o governo paterno, como o senador, eleito com 4 milhões de votos, o faz equivocada e permanentemente. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no link abaixo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: