Flávio dedura fiscais para Heleno

Primogênito do presidente recorre à arapongagem da época da ditadura militar e dos aloprados do PT sem cerimônia ao pedir à ABIN e ao general Heleno invadam privacidade da Receita, que o investiga

José Nêumanne

24 de outubro de 2020 | 18h00

1 – Os advogados de defesa de Flávio Bolsonaro delataram fiscais da Receita, alegando que o relatório deles sobre atividade suspeita de Fabrício Queiroz na Alerj é criminoso, ao GSI, chefiado pelo general Augusto Heleno. 2 – Jair Bolsonaro pagou R$ 544,4 milhões por remédios importados da China e agora proibiu compra de vacinas de Covid do Butantan com insumos da Sinovac por causa da origem dos insumos e da ligação do laboratório com o governo paulista. Não é ideologia, é insanidade mental. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará. Blog do José: https://www.youtube.com/channel/UCELk… Jornalismo, um balanço: https://www.youtube.com/watch?v=OZT3Z…

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.