Flávio Bó no Senado
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Flávio Bó no Senado

MP do Rio já avisou que não está mais proibido pelo STF de investigar filho de Bolsonaro e que tem atestado do Coaf/UIF de que não quebrou sigilo no inquérito sobre movimentação atípica na conta de Fabrício Queiroz

José Nêumanne

06 de dezembro de 2019 | 21h18

Primogênito do presidente da República alegar que pensou que votava para manter veto do pai ao votar derrubando-o lembra personagem pouco esperto de Chico Anysio. Foto: Dida Sampaio

O Senador Flávio Bolsonaro acaba de ter duas notícias preocupantes. Uma é que o plenário do STF derrubou a infame decisão monocrática do presidente Dias Toffoli proibindo o MP do Rio de Janeiro de continuar investigando contabilidade suspeita de seu gabinete na Alerj, depois de 4 meses de blindagem. A outra é que o voto que ele deu derrubando veto do pai não era o que antes pensava, ou seja, mantendo o tal do veto. Se reduzir o sobrenome dele a uma sílaba, Sua Excelência passará a se chamar Flávio Bó, como o da personagem de Chico Anysio.

Tendências: