Exageros à parte

Exageros à parte

Por que deputado Eduardo Bolsonaro ofendeu democracia ao dizer que não precisaria de mais do que um soldado e um cabo para fechar STF e ninguém se queixou de Zé Dirceu dizer que Judiciário é desnecessário?

José Nêumanne

23 de outubro de 2018 | 06h57

STF se ofendeu com gabola Eduardo Bolsonaro, mas não se queixou do criminoso Dirceu, que beneficiou ao soltá-lo. Foto: Eduardo Bolsonaro/Twitter

Exageros à parte, como definir a reação do Supremo Tribunal Federal à piada do deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro, de que não precisaria de mais do que um soldado e um cabo para fechá-lo? Nada muito menos do que ridículo nem muito mais do que torpe. Afinal de contas, que moral o presidente Toffoli tem para tentar enquadrar o rapaz, que não tem contas a pagar na polícia nem na Justiça, se ele próprio nada reclamou de seu ex-chefe José Dirceu quando este, solto por ordem da Segunda Turma confirmando decisão monocrática dele próprio, mesmo tendo a cumprir 30 anos e meio de cadeia, afirmou sem medo de ser feliz que o Brasil não precisa de Judiciário. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da terça-feira 23 de outubro de 2018.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.