Eta, corte caro!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Eta, corte caro!

Dilma é investigada por usar propina da Petrobrás e verbas públicas para pagar despesas pessoais. E tenta prorrogar julgamento...

José Nêumanne

03 de junho de 2016 | 09h49

O cabelereiro caro e cabeludo de Dilma

O cabelereiro caro e cabeludo de Dilma

Tática de tentar prorrogar julgamento do impeachment de Dilma pode ser suicida. Basta ver as notícias do dia: presidente afastada é acusada de ter usado verbas da Comunicação do Planalto para pagar material de agência processada na Operação Acrônimo na campanha de 2012 e de pagar despesas pessoais com propinas da Petrobrás. Entre estas, contas do cabelereiro Celso Kamura, de R$ 5 mil por ida a Brasília. Quem garante que no prazo espichado denúncias como estas não virão à tona?

(Comentário no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92,9 – na sexta-feira 3 de junho de 2016, às 7h10m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da rádio, 2 vezes no play abaixo do anúncio em azul

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: