As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Esquerda elegeu prepostos de “fascista”

Depois de eleger candidatos do presidente em troca de carguinhos no Congresso, esquerda o chama de "fascista" e "genocida" na cerimônia de abertura do ano legislativo

José Nêumanne

04 de fevereiro de 2021 | 20h04

Vestindo aventais da cor laranja, usada para identificar prepostos para disfarçar atos de corrupção, oposicionistsas receberam Bolsonaro no plenário da Câmara aos berros de “fascista” e “genocida”. Foto: Estadão

Dois dias após demonstrar força política elegendo Arthur Lira presidente da Câmara e Roldrigo Pachedo do Senado, o presidente Jair Bolsonaro divulgou uma agenda de reformas econômicas no CongressoAo lado dele, Lira e Pacheco foram na mesma linha, pregando o fim das divergências políticas e se comprometendo a encaminhar uma pauta emergencial, em sintonia com a agenda do Planalto. No plenário  da Câmara, Bolsonaro foi hostilizado por deputados do PSOque. Chamado de fascista e genocida, ele provocou: “Nos encontramos em 22” (próxima eleição presidencialem que ele quer disputar novo mandato. Seus opositores vestiam camisetas com inscrições como “Impeachment Já” e “Fora Genocida”. Aliados do governo gritavam “Mito”, em alusão ao apelido do presidente.

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário na quinta-feira 4 de fevereiro de2021

1 – Haisem – Bolsonaro, Pacheco e Lira prometem aprovação de reformas – Esta é a manchete de primeira página da edição impressa do Estadão hoje. O que os presidentes dos dois Poderes eleitos pelo povo de fato farão para reduzir o fardo pesadíssimo do Estado gastador sobre as costas dos pagadores de impostos do Brasil

2 – Carolina – Congresso estuda volta do auxílio emergencial – Este é o título de chamada do alto da primeira página do jornal hoje. Quais são as chances reais de esse dinheiro essencial para o sustento dos pobres e o giro da economia continue sendo distribuído pelo Estado brasileiro

3 – Haisem – Após quase sete anos Lava Jato é extinta pela Procuradoria-Geral da República – Este é o título de outra chamada no alto da primeira página do Estadão de hoje. Até que ponto o cumprimento desta notícia anunciada antes afrouxará de fato as punições inéditas para combater a corrupção no País

4 – Carolina – Norma da Anvisa abre portas para Rússia e Índia – Este é o título de mais uma chamada de primeira página do jornal. Quais as conseqüências benéficas dessa decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária para o combate à pandemia da covid-19 no Brasil

5 – Haisem – Após festas, Sul da Bahia tem explosão de casos – Este é o título de chamada de primeira página do Estadão de hoje. O que dificulta a compreensão do povo de que o único jeito de evitar o colapso da saúde pública no combate ao contágio do novo coronavírus são as medidas desprezadas pelos negacionistas: distanciamento social e uso de máscaras

6 – Carolina – No Rio, corrida agora é pela xepa da vacina – Este é o título de outra chamada de primeira página do jornal de hoje. Que circunstâncias estão tornando possível a realização do tal do jeitinho brasileiro até na imunização para deter a maior pandemia sofrida pelo País nos últimos cem anos

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.