Espoliados pelo PT
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Espoliados pelo PT

Justiça de São Paulo processa Vaccari por estelionato contra mutuários da Bancoop

José Nêumanne

14 de outubro de 2016 | 18h36

PR - LAVA JATO/JOÃO VACCARI NETO - POLÍTICA - O tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, comparece ao Instituto Médico Legal (IML) para realizar exame de corpo delito em Curitiba (PR), nesta quarta-feira, 15. A Polícia Federal prendeu, nesta quarta- feira, 15, João Vaccari Neto, a mulher dele e cumpre mandado também contra a cunhada do petista por envolvimento com o esquema da Operação Lava Jato. Vaccari é acusado de receber para o PT um porcentual da diretoria de Serviços da Petrobras na época em que era comandada por Renato Duque. 15/04/2015 - Foto: GERALDO BUBNIAK/AGB/PAGOS

Preso em Curitiba, Vaccari responde à Justiça de São Paulo Foto: GERALDO BUBNIAK/AGB/PAGOS

Ao aceitar a denúncia do Ministério Público paulista contra ex-dirigentes da Bancoop, a juíza Maria Priscilla Ernandes, da 4ª Vara Criminal de São Paulo, acaba de corrigir uma injustiça canalha e hedionda cometida pela elite petista contra pobres, honrados e esforçados, bancários que pouparam durante anos para ter direito à casa própria e foram furtados de maneira indigna para financiar o PT e seus figurões, Lula inclusive. E a homologação da delação premiada do lobista Swi Skornicki, pelo relator do Lava Jato, Teori Zavascki, do STF, permitiu descobrir por que a CPI da Petrobrás terminou em pizza: o relator, deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), recebeu propina do lobista.

(Comentário no Direto da Redação 3 da Rádio Estadão – FM 92,9 – na sexta-feira 14 de outubro de 2016, _as 17h36)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul