Empreiteiras encalacradas

Empreiteiras encalacradas

Ao proibir greve de policiais civis STF corrige omissão da Constituição nesse ponto

José Nêumanne

06 de abril de 2017 | 13h07

Mello, Lewandowski, Fux, Barroso e Moraes em sessão do STF Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Mello, Lewandowski, Fux, Barroso e Moraes proíbem greve de policiais no Supremo Foto: Nelson Jr./SCO/STF

A decisão do TCU de bloquear bens de oito empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato mostra que continua o esforço, mas que ele ainda vai demorar e tem de ser intransigente e grande, para trazer de volta ao erário o dinheiro roubado por empresários ambiciosas e sem limites morais em conluio com dirigentes de estatais e a elite política dirigente brasileira. E isso é muito válido. Há quem lamente a situação a que chegarão tais empreiteiras, mas eu não. Acho que todo o cabedal de leis que as punem deve ser usado para que se restaure o mínimo de moralidade e de legalidade na relação entre empresas, estatais, governo e parlamentares, porque na democracia impera a lei.

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – da quinta-feira 6 de abril de 2017, às 7 e meia)

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no ícone de play

Para ouvir Vale Tudo com Sandra de Sá e Tim Maia clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.