É só você quem decide

É só você quem decide

Lorota de que cidadão impôs ao centro democrático derrota no primeiro turno, reservando o segundo para radical de direita, Bolsonaro, ou de esquerda, Lula/Haddad, não pode ser obstáculo para vontade soberana dele

José Nêumanne

14 de outubro de 2018 | 20h32

Não dê a ninguém o direito de influir na sua escolha na hora de confirmar o voto na urna eletrônica. Foto: Celso Júnior/Estadão

Nenhum brasileiro deve dar fé às fake news de que no segundo turno da eleição ele limitou a própria escolha entre direita e esquerda radicais, deixando centro e sensatez de fora. Não é nada disso: isso é chororô de derrotado que não aceita a derrota e não entendeu o que de fato aconteceu. O voto, que expressará a vontade livre e soberana do eleitor, decidirá seu destino e o futuro de nosso país. Se gostar deste vídeo, poderá inscrever-se no meu canal de YouTube, que avisará quando eu gravar e publicar os próximos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.