E Odebrecht confirma Palocci
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

E Odebrecht confirma Palocci

Empreiteiro jogou cal na esperança insepulta do PT de que ele teria versão mais favorável a Lula e do presidente do BNDES, confirmando que pagou propina por obra em Angola, que não resultou de "más escolhas"

José Nêumanne

08 de outubro de 2019 | 12h17

Odebrecht pôs por terra em depoimento ao juiz esperanças de alívio para Lula e para yuppie da Tijuca, Montezano, presidente do BNDES. Foto: Rodolfo Burer/Reuters

O empreiteiro Marcelo Odebrecht confirmou ontem em depoimento ao juiz Valisney de Oliveira da 10.ª Vara Criminal Federal de Brasília, tintim por tintim, o que Palocci contou à CPI do BNDES a respeito da propina paga por sua empresa ao PT, Lula e Dilma por obras em Angola financiadas a juros de banana pelo banco público brasileiro. E ainda deu detalhes sobre a conta administrada pelo outro delator e abastecida com propinas, o que põe água no chope do PT, que esperava exatamente o oposto depois do depoimento anterior, quando se referiu a diferenças entre a delação dele e a do pai. E também deixou em má situação o presidente do mesmo banco, Montezano, que insiste em classificar os prejuízos dados pela Odebrecht como fruto de más escolhas, e não de corrupção. Tuchê.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário da terça-feira 8 de outubro de 2019

1 – Haisem – O que Marcelo Odebrecht trouxe de novo em seu depoimento à Justiça Federal ontem em Brasília sobre o financiamento do BNDES para obras do grupo em Angola

2 – Carolina – Em que ponto esse depoimento do empreiteiro baiano reforça ou reduz o impacto da delação premiada do ex-figurão dos governos petistas de Lula e Dilma Antônio Palocci

3 – Haisem – O que os procuradores da Operação Greenfield, da Justiça Federal em Brasília, trouxeram à luz sobre a manipulação dos recursos dos trabalhadores aposentados da Caixa Econômica Federal, Petrobrás e Correios

4 – Carolina – Que tipo de diversão o líder dos hackers de Araraquara, Valter Delgati Neto, o Vermelho, anda protagonizando aos políticos presos que como ele vivem no famoso presídio da Papuda em Brasília

5 – Haisem – Que fortes motivações têm os senadores para adiarem a última votação do segundo turno da reforma da Previdência da quinta-feira 10 como se esperava para 12 dias depois

6 – Carolina – O que explica a irritação do presidente Jair Bolsonaro e as justificativas de seu ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, mantido no cargo mesmo tendo sido indiciado pela Polícia Federal e denunciado pelo Ministério Público Federal e o que os jornalistas têm com isso

7 – Haisem – O noticiado fiasco do lançamento do livro de memórias de Rodrigo Janot ontem na Livraria Cultura em São Paulo o surpreendeu

8 – Carolina – E qual é o tema de seu artigo semanal no Blog do Nêumanne

Tendências: