Dor e abandono debaixo de chuva forte

Temporais que ocorrem em todos os verões mataram e desabrigaram moradores da periferia da Grande São Paulo sem que as autoridades nada fizessem de útil para minorar a dor das pobres vítimas

José Nêumanne

31 de janeiro de 2022 | 21h56

Deslizamento de terra em Embu das Artes deixou três mortos após as fortes chuvas do último sábado, 29, e idêntica tragédia ocorreu em outro lado da metrópole, em Franco da Rocha Foto: Felipe Rau/Estadão

Temporais sazonais do verão voltaram a produzir este ano uma série de tragédias com mortes e desabrigados das periferias das grandes cidades do Estado de São Paulo, inclusive na região metropolitana da Grande São Paulo. No entanto, como sempre acontece nada similar aconteceu n centro abastado da metrópole. Séculos de incúria, descaso e abandono dos pobres pela elite política e administrativa que dirige o Estado brasileiro são os grandes responsáveis pelo fato de só estes sofrerem as consequências dos dilúvios de verão ceifando vidas e tirando famílias de seus lares. Isso não é acidente, acaso. Mas, sim, o desastre permanente causado por gestões públicas inconsequentes que se repetem na inércia e nas queixas em relação à fúria das águas e à escassez de recursos orçamentários, usados para fins nada nobres.

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

Assuntos para comentário da segunda-feira 31 de janeiro de 2022

1 – Temporais matam pelo menos 19 no Estado de São Paulo e afetam vacinação – Este é o título de foto-legenda de Roberto Costa, da Código 19, publicada no alto da primeira página do Estadão de 31 de janeiro de 2022. O que provoca todo ano cada vez mais tragédias meteorológicas dessa gravidade nos verões

2 – Crise joga famílias nas ruas e barracas se espalham por São Paulo – Esta é a manchete da edição impressa do jornal desta segunda-feira. Qual é o fenômeno que provoca esse aumento impressionante da população de rua no maior e mais rico centro urbano do País

3 – Bolsonaro desobedece a Supremo e apresenta recurso para não depor na PF – Este é o título de notícia publicada na Editoria de Política do Estadão de 29 de sábado janeiro de 2022. Que causas e consequências cercam essa decisão radical do presidente da República, a seu ver

4 – Pesquisa não decide eleição, diz Guilhon – Este é o título do vídeo da edição da semana da série Nêumanne entrevista no Blog do Nêumanne no Portal do jornal.  O que sustenta essa afirmação do cientista político da USP José Augusto Guilhon Albuquerque

5 – Ômicron em alta já faz governos atrasarem volta às aulas – Este é o título de chamada no alto da primeira página do Estadão de hoje. O que você tem a comentar a respeito de mais essa notícia preocupante sobre a pandemia da covid  19 no Brasil

6 – A saga dos plantadores de cidades, por Torres – Este é o título do vídeo da série Dois Dedos de Prosa publicado no Blog do Nêumanne no portal do jornal. O que você destaca nesse programa

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.