Dor de cotovelo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dor de cotovelo

Serra deixou o Itamaraty alegando dores nas costas na viagem, mas talvez esteja lhe doendo mais o cotovelo

José Nêumanne

23 de fevereiro de 2017 | 17h25

Serra deixou cadeira no primeiro escalão alegando sofrimento

Serra deixou cadeira no primeiro escalão alegando sofrimento “incapacitante” Foto André Dusek/Estadão

O senador José Serra (PSDB-SP) pediu demissão do ministério de Relações Exteriores alegando incompatibilidade das dores de sua coluna com o cargo. Foi também dor de cotovelo, pois Serra sempre quis o Ministério da Fazenda, mas perdeu a disputa para Pedro Malan, condutor do Plano Real, no governo Fernando Henrique e ficou desgostoso no Ministério do Planejamento. Foi um brilhante ministro da Saúde no mesmo governo, mas agpra perdeu a parada para Henrique Meirelles, chefão da política econômica. Além disso, ele quer ser candidato do PSDB à presidência, mas nos planos do partido caberia melhor na disputa do Palácio dos Bandeirantes, predomine Aécio ou prevaleça Alckmin.

(Comentário no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92.9 – na quinta-feira 23 de fevereiro de 2017, às 7h12m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.