Do STF a Bolsonaro: perdeu, playboy!

Ao post de Bolsonaro nas redes sociais definindo decisão de Barroso sobre proibição de cultos de "militância", o Supremo divulgou nota dizendo que Corte só obedece à Constituição

José Nêumanne

11 de abril de 2021 | 20h25

Em nota oficial resposswnso a insultos contra Barroso, STF respondeu a Bolsonaro que “no Estado de Direito, questionamentos sobre as mesmas devem ser feitos no âmbito dos processo.Foto: Felipe Sampaio/SCO/STF

1 – #jairbolsonaro reagiu de forma violenta à decisão monocrática do ministro do #stf #luisrobertobarroso, que mandou o presidente do Senado, #rodrigopacheco, instalar #cpidacovid, e só isso basta para configurar que está querendo esconder algo, como sempre acontece quando se irrita. 2 – O casal de monstros, #jairojunior e #moniquesilva, vai ter de investir parte de seu patrimônio para garantir as próprias vidas nas cadeias em que está recolhido como investigado por tortura e morte do menino #henryborel, de 4 anos. 3 – #josepaulocavalcantifilho sugeriu ao #congressonacional que leve em conta texto sobre #segurancadoestadodedireito ,produzido por ordem de #fernandolyra. #joseneumannepinto, #diretoaoassunto. Inté. E só a verdade salvará as nossas vidas.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.