As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Diz uma coisa ao STF e faz outra

Interpelado pelo STF sobre adesão de Bolsonaro a isolamento social para combater coronavírus, AGU disse que sim, mas presidente passou três últimos dias falando mal de Mandetta e pregando abertura total

José Nêumanne

06 de abril de 2020 | 21h21

Grupos de evangélicos chegaram perto do portão do Palácio da Alvorada para gritar “amém” a todas as críticas que Bolsonaro fez ao isolamento social para combater a dovid-19. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Na semana passada, o ministro do STF Alexandre de Moraes interpelou o presidente Jair Bolsonaro a responder a uma questão levantada pela OAB exigindo que o governo federal adira às instruções da OMS, seguidas por 196 países, e diariamente repetidas pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e sua equipe de técnicos determinando isolamento social para reduzir a velocidade de contágio do coronavírus. No sábado, o advogado-geral da União, André Mendonça, respondeu que sim, seu chefe seguia a OMS e o próprio ministério. A conduta do chefe do Poder Executivo no fim de semana, contudo, desmentiu esta resposta em contatos não recomendados com apoiadores na frente do portão do palácio e num culto em que pregou abertamente o fim da quarentena.

Assuntos do comentário da segunda-feira 6 de abril de 2020

 1 – Haisem – O Estadão publicou na edição de hoje duas notícias aparentemente contraditórias: na sua fala diária a apoiadores na porta do Palácio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro prometeu usar a caneta para demitir estrelas de seu ministério. Mas o advogado-geral da União, André Mendonça, escreveu ao Supremo Tribunal Federal garantindo que o governo dele obedece às instruções do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde. Você sabe qual delas vale

2 – Carolina – Na entrevista coletiva de cada dia, o secretário-geral do Ministério da Saúde, João Gobbardo, disse que não é o momento de flexiblizar o isolamento social decretado por estados e municípios, seguindo a posição de seu chefe, Luiz Henrique Mandetta. Então, pelo visto, é vida que segue, ou não é bem assim

3 – Haisem – O que você acha da interpretação que muitos juízes de execuções penais estão dando à recomendação do Conselho Nacional de Justiça de soltar condenados perigosos por motivos humanitários relativos ao risco de contágio por coronavírus

4 – Carolina – Estados Unidos se preparam para a semana do horror, diz título de chamada de primeira página no Estadão hoje. Como o presidente daquele país, Donald Trump, tem se comportado nestes últimos dias

 5 – Haisem – O que você diria da nova crise criada no governo Bolsonaro com a China com a piada tuitada pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, usando o personagem Cebolinha, de Maurício de Souza

 6 – Carolina – Em que teoria científica você acha que o presidente da República, Jair Bolsonaro, apoia sua defesa do tal do isolamento vertical, que ele prega como alternativa ao isolamento social adotado por alguns governadores e prefeitos e prestes a ser adiado, pelo que se anuncia

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: