Dirceu, o Mourão da esquerda
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dirceu, o Mourão da esquerda

Loquacidade sincericida de Dirceu dizendo que "PT tomar poder" e chamando MPF de "polícia política" expõe golpismo da esquerda no projeto político de seu grupo, lembrando entrevistas do vice de Bolsonaro

José Nêumanne

01 Outubro 2018 | 07h01

Falando mais do que a boca, Dirceu termina revelando planos dos quais PT de Haddad faz segredo. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Ao dizer ao jornal espanhol El País que o PT tomar o poder sem eleição no Brasil “é uma questão de tempo” e agora ao pregar a um site do Piauí que o Ministério Público Federal tornou-se uma “polícia politica” por ter denunciado políticos de seu partido, aliados e até opositores nos escândalos do mensalão e do petrolão, José Dirceu virou uma espécie de general Mourão da extrema esquerda. Graças a sua súbita loquacidade sincericida, o ex-chefe da Casa Civil de Lula revelou sem subterfúgios o golpe que seus companheiros planejam enquanto denunciam o “golpismo” de adversários que aprovaram no Congresso impeachment de Dilma e no momento acusam adversário Bolsonaro. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas de segunda-feira 1 de outubro de 2018.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player