As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dirceu e Cunha juntos na cadeia

Egresso das estatais no governo Collor, Cunha se tornou aliado importante na roubalheira do PT de Dirceu, faz-tudo de Lula e chefão do partido, impeachment de Dilma os separou, e agora estão na mesma cela

José Nêumanne

22 de maio de 2019 | 06h53

Dirceu e Cunha, antes parceiros no governo e depois separados pelo impeachment de Dilma, terão muito o que conversar na cela em Curitiba. Foto: Adriano Machado/AE

O ex-faz-tudo de Lula e comandante incontestável do PT no primeiro mandato presidencial do partido, José Dirceu, teve, antes de cair em desgraça por causa do mensalão, em Eduardo Cunha, manda-chuva do PMDB e da Câmara, um aliado na grande roubalheira daqueles tempos. Mas a sucessora do petista na Casa Civil transformou o político fluminense em inimigo dela e do partido e isso provocou o impeachment de Dilma Rousseff. Agora eles terão muito a conversar sobre os velhos tempos na mesma cela que dividem. Este é meu comentário no Estadão Notícias no Portal do Estadão desde 6 horas da quarta-feira 22 de maio de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player