Dinheiro a rodo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dinheiro a rodo

PT guardou dinheiro de propinas para financiar campanhas futuras e pagar voos de Dilma em jatinho particular

José Nêumanne

09 de junho de 2016 | 12h00

Júlio Marcelo, do TCU

Júlio Marcelo, do TCU

 

 

O procurador Júlio Marcelo de Oliveira e o auditor Antônio Carlos Costa d’Ávila Carvalho, ambos do TCU, deram aula de lógica na Comissão do Impeachment no Senado demonstrando que as pedaladas fiscais e a tomada de crédito nos bancos públicos sem cobertura posterior imediata não apenas justificam o afastamento de Dilma, mas também são as principais causas da pior crise econômica da História do Brasil, como definiu o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. A constatação dá razão à afirmação de Gilmar Mendes de que o PT guardou dinheiro para financiar campanhas eleitorais até 2038 e explica o aluguel de jatinhos pelo partido para pagar viagens da nefasta afastada.

(Comentário no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92,9 – na quinta-feira 9 de junho de 2016, às 7h10m)

Clique aqui e, aberto o site da emissora, duas vezes no play abaixo do anúncio em azul

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: