Dilma, enfim, confessa

Dilma, enfim, confessa

Anúncio de ausência no Senado é confissão de culpa de Dilma

José Nêumanne

05 de julho de 2016 | 10h24

Dilma sabe por que teme

Dilma sabe por que teme

Ao se negar a defender-se no processo de impeachment contra ela no Senado, Dilma Rousseff desrespeita o Senado e o Poder Legislativo, que a está processando, e principalmente a bancada do chororô, que se esforça à exaustão para defender o indefensável, tão indefensável que ela própria se nega a fazê-lo. Mas, sobretudo, deixa claro que não acredita na própria defesa, que deixa ao léu, simplesmente porque sabe o que fez. E, com isso, também desmoraliza o trololó do golpe, com o qual o PT, que a abandona à própria sorte neste momento, tentará sobreviver com o ônus de sua herança nefasta e nociva ao bem-estar comum.

(Comentário no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92,9 – na terça-feira 5 de julho de 2018, às 7h10m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da rádio, no play sob o anúncio em azul

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.