Deu a louca no Gilmar

Deu a louca no Gilmar

Ministro chama atenção em seus votos no STF pela generosidade com que concede habeas corpus a chefões políticos e amigos de convescotes e desaforos que faz com ferocidade sádica a inimigos escolhidos por interesse

José Nêumanne

20 de novembro de 2019 | 11h32

Gilmar chama atenção por desaforos destemperados em seus votos no STF, em que não julga acusados, mas ataca inimigos com impropérios. Foto: Alex Silva/Estadão

A fixação do ministro do STF Gilmar Mendes contra o ministro da Justiça, Sergio Moro, virou perigoso desequilíbrio mental. Ao criticar o delegado Maurício Moscardi, o procurador Alexandre Melz Nandes e o juiz Marcos Josegrei, da Operação Carne Fraca, ele desrespeitou os três e chamou o último explicitamente de estrupício. A juíza federal substituta Giovanna Mayer condenou a União a indenizá-los e abriu a possibilidade de entrar com ação de regresso contra o servidor público para ser ressarcida. Não dá para ler o destampatório do membro do nada excelso pretório sem espanto. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.