Desgoverno Bolsonaro destrói a educação

Os 27 governadores, 5,570 prefeitos e o presidente da República são cúmplices no crime da perda de aulas durante mais de um ano da pandemia e levarão 11 anos para recuperá-la

José Nêumanne

29 de abril de 2021 | 20h29

Crianças e adolescentes que perderam mais de um ano de frequência escolar na pandemia só consedguirão repor as perdas em 11 anos, segundo estudo da Secretaria de Educação de São Paulo: Foto: João Paulo Santos/Estadão

1 – Ignorância militante de #jairbolsonaro e falta de iniciativa de #27governadores e #5.570prefeitos, incapazes de organizarem frequência segura de escolares, são responsáveis pelo crime inominável de provocarem o atraso do aprendizado básico, que só será superado em 11 anos. 2 – Ataques inócuos dos bolsonaristas #flaviobolsonaro e #carlazambelli à entrega da relatoria da #cpidacovid a #renancalheiros só fazem aumentar a vergonha alheia a quem respeite a lógica e a verdade. 3 – É patética a declaração absurda do #ministrodaeconomia, #pauloguedes, de que o avanço da medicina e o direito à vida de quem queira viver até 130 anos são os principais responsáveis pela tragédia provocada pela #pandemia no #brasil. 4 – #luizeduardoramos, #chefedacasacivil, disse publicamente, sem saber que estava sendo transmitido, que se escondeu para tomar #coronavac e quer convencer o #presidentedarepública a fazê-lo, coisa de #hospicio, segundo @thaisoyama, do #uol. #joseneumannepinto. Inté. #diretoaoassunto. E só a verdade salvará as nossas vidas.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.