Depois do tiro na Lava Jato um churrasco
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Depois do tiro na Lava Jato um churrasco

Após haver presidido dois dias antes sessão do STF prejudicando enormemente combate à corrupção, Dias Toffoli participa de "enterro dos ossos" em churrasco com Bolsonaro na casa de Rodrigo Maia

José Nêumanne

17 de março de 2019 | 17h53

Maia recebe Bolsonaro na Casa da Câmara em churrasco com Toffoli, que, dois dias antes, tinha presidido sessão do STF que prejudicou Lava Jato. Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

O secretário de Assuntos Institucionais do governo federal, general Carlos Alberto Santos Cruz, disse que, “às vezes, se resolvem mais coisas num churrasco como este do que numa reunião formal”. Ele se referia ao almoço de sábado 16 na casa do presidente da Câmara,  Rodrigo Maia, ao qual o chefe do governo, Jair Bolsonaro, levou 15 ministros, inclusive ele e Sergio Moro, que não deve ter percebido que ali acontecia, de fato,  o que o povo desprezado chama de “enterro dos ossos”, perpetrado por um dos convivas, o presidente do STF, Dias Toffoli, e festejado por outro convidado, Davi Alcolumbre, como este do DEM. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.