De mão beijada

De mão beijada

Se Meirelles encontrar mais dinheiro escondido para trabalhador gastar, Temer vai ficar mais popular

José Nêumanne

23 de dezembro de 2016 | 09h52

CAFE1 BSB DF 22 12 2016 NACIONAL MICHEL TEMER /CAFE DA MANHA O presidente da Republica, Michel Temer acompanhado dos ministros , Henrique Meirelles e do Planejamento, Dyogo Oliveira (Planejamento), durante cafe da manha com jornalistas, no Palacio da Alvorada. FOTO:DIDA SAMPAIO/ESTADAO

Meirelles, Temer e Dyogo no café em que se candidataram a Papais Noéis do governo Foto Dida Sampaio/Estadão

É um absurdo que a União esconda parte do salário do trabalhador em contas inativas do FGTS e é excelente que governo Temer tenha autorizado correntistas em apuros a usarem como quiserem seus saldos. Tomara que achem mais dinheiro nosso escondido em suas burras. Mas Temer, Meirelles e Dyogo Oliveira, que deram a notícia no café com jornalistas, perdem feio no ranking de Papai Noel do Planalto. Fortes candidatos pro posto são Kassab, doando R$ 100 bilhões às telefônicas, e Moreira Franco, que indenizará empreiteiras acusadas de corrupção que não cumpriram contratos de concessão de aeroportos e ferrovias. A depender da liminar a ser concedida, ou não, por Cármen Lúcia.

(Comentário no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92,9 – na sexta-feira 23 de dezembro de 2016, às 7h12m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.