Davi ganhou porque era anti-Renan
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Davi ganhou porque era anti-Renan

Ao vencer eleição para presidência do Senado, senador do Amapá repetiu Bolsonaro no pleito popular para presidência, que encarnou anti-Lula e anti-PT, recebendo apoio do cidadão para vencer Renan

José Nêumanne

03 Fevereiro 2019 | 21h37

Davi Alcolumbre (DEM-AP) foi o nome escolhido para derrotar Renan, que perdeu eleição porque se achava imbatível e se achava monopolista da malícia. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Davi Alcolumbre (DEM-AP) ganhou porque ousou ficar contra Renan e, com isso, se tornou candidato da chamada opinião pública. Simples assim. Se realmente Paulo Guedes torceu pelo derrotado, calculando que ele venceria guerra da reforma da Previdência, errou. O senador do MDB só queria ser presidente do Senado para garantir impunidade dele mesmo e de outros politicos suspeitos de corrupção, citados na Lava Jato. Marcha a ré não, rei não. O pistoleiro de Murici (AL) perdeu para as hashtags e o comportamento ridiculo e criminoso de aliados que tentaram fraudar o pleito para adiar o fiasco deles. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.