CPI da Covid de olho em bolsonaristas

Pazuello, Araújo, Martins e outros negacionistas tiveram quebrados sigilos telemático, bancário e fiscal pela CPI da Covid do Senado, que tenta entender seu boicote à vacina e promoção de cloroquina

José Nêumanne

11 de junho de 2021 | 20h13

Após ouvir ao longo de dois depoimentos de Pazuello, CPI da Covid no Senado resolveu quebrar seus sigilos telemático, bancário e fiscal para entender melhor por que boicotou vacina e promoveu cloroquina. Foto: Gabriela Biló/Estadão

A CPI da Covid aprovou a quebra do sigilo telefônico e telemático de pessoas ligadas ao presidente Jair Bolsonaro e integrantes do chamado “gabinete paralelo”, que incentivou seu discurso antivacina e favorável ao tratamento precoce com medicamentos sem eficácia comprovada contra o novo coronavírus, como cloroquina.  A lista de quem terá dados abertos: os ex-ministros Eduardo Pazuello, da Saúde, e Ernesto Araúijo, das Relações Exteriores, Ernesto Araújo e o assessor especial da Presidência Filipe Martins. A CPI pediu acesso a informações de empresas que receberam recursos públicos e venderam mais cloroquina. As medidas foram aprovadas no dia em que estava previsto o depoimento do governador do Amazonas, Wilson Lima, que não foi à CPI favorecido por decisão da ministra Rosa Weber, do STF.

Assuntos para comentário da sexta-feira 11 de junho de 2021

1 – Haisem – CPI mira gabinete paralelo e quebra sigilo de ex-ministros – Esta é a manchete de primeira página da edição impressa do Estadão deste 11 de junho de 2021. A alteração da rotina da comissão parlamentar de inquérito do Senado para apurar ações e omissões do Executivo na gestão do combate à pandemia é apropriada, ou você acha que não é

2 – Carolina – Bolsonaro diz que derrubará uso obrigatório de máscara – Este é o título da chamada do alto da primeira página do jornal desta sexta-feira. O que terá inspirado mais essa manifestação de negacionismo do presidente da República e qual seu objetivo

3 – Haisem – Planalto quer ampliar influência sobre o TCU – Este é o título de uma chamada na primeira página do Estadão de hoje. Quais são as causas e quais, a seu ver, poderão ser as conseqüências dessa providência de mais uma interferência do governo federal sobre órgãos de controle

4 – Carolina – Desmate cresce e militares voltarão para a Amazônia – Este é o título de outra chamada na primeira página do jornal que está circulando. Por que, em sua opinião, isso acontece e em que a presença militar poderá alterar essa constatação

5 – Haisem – Perdas caem em país que fecha menos as escolas – Este é o título de mais uma chamada de primeira página no Estadão do dia. A que conclusão é possível chegar diante dessa notícia, se não positiva, no mínimo alvissareira

6 – Carolina – STF dedide pela realização no País da Copa América – Este é o título de outra chamada de primeira página no jornal de hoje. O que justifica essa decisão do Supremo Tribunal Federal que poderá aumentar a distância do Brasil do mundo desenvolvido no combate ao contágio do novo coronavírus

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.