Corpo de Adriano disputado

Corpo de Adriano disputado

Bolsonaro, Rui e Lula tentam ligar adversários políticos, eventuais concorrentes na eleição de 2022, à vida pregressa e à morte do miliciano mais famoso do Brasil

José Nêumanne

19 de fevereiro de 2020 | 14h54

 

Quem teve acesso à casa do sítio onde Adriano foi executado se impressionou com quantidade do sangue derramado da vítima. Foto: Wilton Jr./Estadão Conteúdo

O senador Flávio Bolsonaro publicou no Twitter foto de um cadáver irreconhecível com uma etiqueta em que estava inscrito o nome Adriano Magalhães, atribuindo-o ao ex-capitão do Bope, acusado de chefiar milícias, assassinado na Bahia. Seu pai, o presidente da República, Jair, exigiu a realização de uma autópsia independente antes de se cumprir o desejo da família de cremá-lo. O governador petista da Bahia, Rui Costa, chefe de parte dos 70 assassinos do bandido, chamou atenção para o que chamou de obsessão de Bolsonaro. Lula insinuou possível interesse pessoal deste no caso. Tem tudo para dar em nada.

Assuntos do comentário da quarta 19 de fevereiro de 2020

1 – Haisem – Bolsonaro quer perícia independente sobre Adriano – diz título de chamada no alto da primeira página do Estadão. Por que, na sua opinião, presidente da República saiu de um longo silêncio e partiu para a loquacidade de hábito a respeito da execução do ex-capitão de milícias Adriano Magalhães da Nóbrega

2 – Carolina – ‘Presidente está obcecado com miliciano’ – este é o título da entrevista do governador da Bahia, Rui Costa, em notícia na página A 10 da Editorial de Política do Estadão de ontem. Será que está mesmo?

3 – Haisem – As memórias assassinadas do ex-capitão de milícias – é o título de seu artigo publicado hoje na página A2, de Opinião, no Estadão. Qual é o ângulo de seu enfoque a respeito do tema

4 – Carolina – Em Brasília, onde responde hoje a interrogatório do juiz federal Valisney de Souza Oliveira, Lula disse que “quem tem de queimar arquivo está no governo federal”. Até que ponto, esta opinião se sustenta em fatos

5 – Haisem – Bolsonaro ofende jornalista da Folha – é outro título de chamada de primeira página no Estadão. Você encontra alguma justificativa ou explicação lógica para essa ofensa pessoal

BOLSO 1902 JORNALISTA

6 – Carolina – Fila do Bolsa Família tem 3,5 milhões e pressiona prefeitos – esta é a manchete na primeira página do Estadão. Por que você acha que isso está acontecendo e que conseqüências terá sobre o desempenho do presidente Bolsonaro na pretendida reeleição para presidente

7 – Haisem – Presidente diz que Guedes ficará até o fim – aqui está mais um título de chamada de primeira página do Estadão hoje. Você acha que Bolsonaro tem condições de fazer uma afirmação dessa e nunca negá-la

8 – Carolina – Nova Previdência de São Paulo avança na Assembléia – diz o título da chamada ao lado da última citada na primeira página do Estadão. Qual a importância e que conclusões é possível tirar dessa notícia

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.