As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Coronavírus não infectou Bolsonaro

Voltando dos EUA na companhia do secretário de comunicação, que contraiu Covid-19, presidente foi examinado para saber se também foi, o resultado foi negativo, e só agora ele levou a doença a sério

José Nêumanne

13 de março de 2020 | 23h09

Wajngarten foi para a Flórida com Bolsonaro e lá contraiu coronavírus diagnosticado quando chegou ao Brasil, e presidente foi examinado, mas nada foi constatado. Foto: Uesley Marcelino/Reuters

No dia em que a França fechou a Torre Eiffel, o Louvre e o palácio de Versalhes, a situação da pandemia do coronavírus ganhou outros contornos no Brasil. Quando a contaminação parecia passar bem longe destes tristes trópicos, o presidente Jair Bolsonaro desdenhou dizendo que era uma “gripinha”. Agora que São Paulo espera registrar 460 mil casos da doença, ele voltou de Miami, onde foi ao encontro do presidente dos EUA, Donald Trump, seu secretário especial de comunicação, Fábrio Weingarten, foi contaminado e ele mesmo teve de se submeter à dosagem no hospital em Brasília, onde foi constatado que ele não tinha sido infectado. Com decretação do fechamento de escolas no Rio e esta hipótese aventada em São Paulo, o presidente da República fez um live de alerta ao lado de Mandetta, ministro da Saúde.

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário de sexta-feira 13 de março de 2020

1 – Haisem – Coronavírus chega ao Planalto e São Paulo projeta pelo menos 460 mil casos – Esta é a manchete de primeira página do Estadão hoje, ilustrada com a foto do presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, de máscara cirúrgica. Qual a sua reação a essa notícia dada na sexta-feira 13

TRECHO PRONUNCIAMENTO BOLSO

 2 – Carolina – Você acha que a desmobilização dos atos de domingo seria mesmo a decisão correta a tomar diante da realidade da contaminação do coronavírus no País

3 – Haisem – O que você tem a dizer sobre as críticas feitas por políticos ao apoio do presidente aos atos anunciados para domingo, em especial o ex-presidente Fernando Collor de Mello

4 – Carolina – Qual é sua opinião sobre alerta da Sociedade Brasileira de Infectologia desaconselhando contatos de avós com netos e que escolas fechem as portas durante período crítico do coronavírus

5 – Haisem – Rotina dos três Poderes muda com a doença – revela título de notícia na página A6 do Estadão. Que sinal dá essa constatação para o cotidiano do cidadão brasileiro ameaçado pelo vírus

6 – Carolina – O que você acha do alerta dado pelo ministro do Tribunal de Contas da União Bruno Dantas ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, a respeito da constitucionalidade da ampliação dos beneficiários do Benefício da Proteção Continuada

SONORA GUEDES 1303 B

7 – Haisem – MP Eleitoral endossa argumentos de “infiéis” do PDT e PSB – Você concorda ou discorda dessa decisão

8 – Carolina – Você acha que a suspensão dos jogos das eliminatórias da Copa do Mundo e da Libertadores da América pela Conmebol foi correta ou exagerada

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: