Contágio veloz de covid e vacinação lenta

Em momento de crescimento da média de óbitos pela covid 19 e de vacinação ao estilo pirilampo, acende e apaga, especialistas acreditam que só em setembro prioritários serão vacinados no Brasil

José Nêumanne

05 de abril de 2021 | 19h19

Incúria, desleixo, negacionismo e incompetência do governo federal evitaram a compra da quantidade correta de vacinas na hora certa e agora a imunização tem ritmo lerdo para combater contágio velocíssimo; Foto: Tiago Queiroz/Estadão

O Brasil registrou 1.233 mortes por Covid nas últimas 24 horas, totalizando no domingo 4, 331.530. A média móvel de mortes nos últimos sete dias foi de 2.747. Em comparação com a de 14 dias atrás, a variação foi de +20%, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença. Com a errática imunização no Brasil em meio à pandemia de covid-19, os grupos prioritários (77,2 milhões) só serão imunizados em setembro, segundo projeções de especialistas ouvidos pelo Estadão. Qualquer previsão mais otimista, explicam os cientistas, depende que seja vacinado no mínimo um milhão de indivíduos por dia, continuamente. Na última quinta-feira, pela primeira vez desde o início da campanha, o País conseguiu imunizar pouco mais de um milhão de pessoas. Na sexta, 2, no entanto, o total voltou ao patamar de 300 mil.

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário da segunda-feira 5 de abril de 2021

1 – Haisem – Vacinação de prioritários deve ser concluída só em setembro – Esta é a manchete da edição impressa do Estadão desta segunda-feira. O que se pode concluir dessa previsão realista que retardará a inversão da curva da morte e da infecção da pandemia e, em conseqüência, também a retomada da economia

2 – Carolina – Governadores mantêm planos próprios contra covid – Este é o título de uma chamada no alto da primeira página do jornal de hoje. Será possível manter essa postura realista e correta depois da decisão do ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal, mandando abrir templos religiosos neste momento de angústia e medo do povo brasileiro

3 – Haisem – Igrejas devem 1 bilhão e 900 milhões de reais em tributos – Este é o título de outra chamada de primeira página do Estadão que está circulando. Por que as confissões religiosas, que recebem o dízimo de seus fiéis em moeda corrente, não honram seus compromissos com o Estado, que arca com despesas sociais e de apoio à economia popular

4 – Carolina – Paulo Marinho: Bolsonaro será preso – Este é o título da edição da série Nêumanne entrevista publicada ontem no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão. Quais são as novidades trazidas a lume pelo empresário em cuja casa foram produzidos os programas da campanha do presidente da República na campanha eleitoral de 2018

5 – Haisem – Fagner de Mucuripe a Serenata – Este é o título do vídeo desta semana da série Dois dedos de prosa no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão. Que revelações faz o artista cearense ao lançar um CD de serestas no ano anterior ao cinqüentenário de seu lançamento com gravações dos dois intérpretes mais importantes de 1972: Elis Regina e Roberto Carlos

6 – Carolina – O que representa a morte do cantor Agnaldo Timóteo, aos 84 anos, por complicações causadas por covid 19 neste momento em que a pandemia no Brasil continua assustando nosso povo e o planeta

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.