As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Conluio de incompetentes

Onyx e Terra, demitidos da Casa Civil e do Ministério da Cidadania por incompetência, revelam-se conspiradores trapalhões em telefonema fritando Mandetta, reproduzido pela CNN Brasil, em plena crise da covid-19

José Nêumanne

10 de abril de 2020 | 21h44

Demitido da Casa Civil por Bolsonaro por problemas no desempenho, Onyx substituiu Terra, afastado da Cidadania pelo mesmo motivo, e agora ambos querem derrubar Mandetta. Foto: Valter Campanato/Ãgência Brasil

Em telefonema divulgado pela CNN Brasil, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e o deputado Osmar Terra, que já ocupou a pasta e agora põe-se à disposição do presidente Jair Bolsonaro para ocupar o lugar de Luiz Henrique Mandetta, que, no Ministério da Saúde, comanda o combate à covid-19, fritam o titular da pasta, que balança, mas ainda não caiu. Terra, do MDB, disse a Onyx, do DEM, que se dispõe até a indicar outro nome que não seja o dele para ajudar o chefe do governo a substituir Mandetta, também do DEM e que anda às turras com o patrão ciumento. Solícito com o interlocutor, Onyx disse que, se estivesse no lugar do chefão, a cabeça do subordinado teria rolado. Terra e Onyx foram demitidos por Bolsonaro por problemas de desempenho, incompetência. 

Assuntos para comentário da sexta-feira 10 de abril de 2020

1 – Haisem – Qual é sua opinião sobre o telefonema entre o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e o ex-ocupante da mesma pasta, Osmar Terra, fofocando sobre a queda do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e qual seria a reação de um chefe de verdade dos três

2 – Carolina – Com Mato Grosso, Rondônia e Santa Catarina suspendendo o isolamento social e Minas Gerais anunciando a possibilidade de fazer tal movimento, de que adiantará o anúncio do governador de São Paulo, João Doria, de que multará quem sair de casa para mantê-lo

3 – Haisem – São Paulo tem 30 mil testes de novo coronavírus à espera de resultado – é a manchete de primeira página do Estadão de hoje. Qual o impacto desta nhotícia da divulgação dos números da covid-19 no Brasil diariamente pelo Ministério da Saúde

4 – Carolina – O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse ontem que guerra política entre o presidente da República, Jair Bolsonaro, e os governadores estaduais está adiando a votação do plano emergencial que sacará 180 bilhões de reais do Tesouro para ajudar Estados sem contrapartida. Quem perde e quem ganha com esse atraso

5 – Haisem – O presidente Jair Bolsonaro avisou que vai recorrer contra a liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes que o proibiu de interferir nas decisões dos governadores estaduais de fechar o comércio não essencial para garantir isolamento social

6 – Carolina – O Superior Tribunal de Justiça afastou o desembargador Siro Darlan do Tribunal de Justiça do Rio, que está sendo processado por venda de sentenças. O que você acha dessa decisão aparentemente drástica

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.