Congresso trai o povo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Congresso trai o povo

No Senado Alcolumbre não consegue impor sua pauta pornográfica por pressão da sociedade, mas na Câmara Maia resolve tudo à noite em casa com líderes de bancadas, tornando plenário de representantes uma farsa vazia

José Nêumanne

18 de setembro de 2019 | 21h05

Sociedade conseguiu manifestar insatisfação na votação da lei para proveito de chefões partidários, mas no fim tudo se resolve nos serões na casa de Maia. Foto: Gabriela Biló/Estadão

As últimas votações no Congresso traem explicitamente a vontade do povo e instalam no poder que se diz seu representante uma cleptocracia controlada por chefões de organizações criminosas partidárias. A Câmara tornou lei um projeto esdrúxulo que favorece o crime eleitoral, dificulta a fiscalização e consagra na letra da lei a antiga prática de infratores flagrados serem dispensados sumariamente do pagamento de multas. Tudo isso é resolvido em serões na casa de Maia e as discussões em comissões ou audiências públicas são dispensadas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.