Ciro Nogueira e o desespero de Bolsonaro

Entrega da Casa Civil com articulação ao PP de Paulo Maluf, e ficando à inteira mercê do Centrão "não sobra um, meu irmão", dá bem a dimensão do desespero do presidente para reeleição em 2022

José Nêumanne

28 de julho de 2021 | 18h03

Em 2018, Ciro foi eleito um dos dois senadores pelo PP de Maluf, com o apoio e apoiando o PT de Lula e Dilma, que elegeu o governador Wellington Dias, provável adversário dele em 2022. Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro reuniu-se ontem com ó presidente do PP, senador Ciro Nogueira, e acertou que ele será o responsável, a partir de agora, pela articulação política do Palácio do Planalto com o Congresso Nacional. Sem partido para chamar de seu, o chefe do Executivo resolveu apostar todas as fichas de que ainda dispõe no piauiense e está também negociando sua filiação ao Progressistas, na pretensão de contar com a estrutura da sigla do PP, forte no Nordeste, em sua tentativa de reeleição. O cálculo de que o presidente do PP de Paulo Maluf do Estado do Piauí, com cinco processos de corrupção nas costas, o “Cerrado” do propinoduto da Odebrechet, possa recuperar a popularidade perdida para garantir a reeleição dá ideia do tamanho do desespero em que afunda o presidente da República. Cloroquina contra covid.

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário da quarta-feira 28 de julho de 2021:

1 – Bolsonaro muda Casa Civil para tentar viabilizar a eleição – Esta é a manchete da edição impressa do Estadão neste 28 de julho de 2021. Em que, na sua opinião, a nomeação do senador Ciro Nogueira poderá alterar o panorama da reeleição de Bolsonaro em 2022

2 – Rede de currículos de cientistas, Lattes sai do ar – Este é o título de uma chamada de primeira página do jornal nesta quarta-feira. Que sinais emitidos por mais esse desastre de gestão na educação federal dão para o futuro da pesquisa científica no Brasil

3 – Presidente veta quimioterapia oral em plano de saúde – Este é o título de outra chamada de primeira página no Estadão de hoje. O que uma decisão como essa, que antecipa a morte de quem sofre de câncer pode ser considerada necessária para reduzir despesas públicas

4 – Anvisa suspende licença de importação da vacina Covaxin – Este é o título de uma notícia da editoria política do portal do Estadão que está circulando. A que conclusão você chega sobre a negociação para compra do imunizante pelo Ministério da Saúde na gestão Pazuello

5 – Como você avalia a notícia dada pelo Globo segundo a qual a Receita Federal constatou que o dono da Precisa Medicamentos, intermediário da negociação da vacina Covaxin, movimentou 80 vezes a quantia que declarou em 2020

6 – Gilmar envia para PGR quatro ações contra Braga Netto – Este é o título da notícia publicada no Blog do Fausto Macedo no portal do Estadão agora. A que conclusões você chega sobre as consequências das ameaças que o ministro da Defesa fez à CPI da Covid no Senado e à democracia

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.