Chinchilla e Geraldinho contra Bolsonaro

Chinchilla e Geraldinho contra Bolsonaro

Ex-presidente da Costa Rica Laura Chinchilla, parceira de Lula num financiamento para OAS construir uma estrada em seu país, intervém na eleição a mando da OEA e, em vez de observar, vem ajudar PT

José Nêumanne

26 de outubro de 2018 | 16h47

Lula e Laura protagonizam escândalo de obra da OAS na Costa Rica, ao custo de US$ 540 milhões. Foto: Fábio Motta/Estadão

A ex-presidente da Costa Rica Laura Chinchilla, parceira de Lula no financiamento de US $ 524 milhões para construção de uma rodovia em seu país  pela OAS, do cartel do petrolão, veio fiscalizar nossa eleição em nome da OEA e ficou estarrecida com fake news para favorecer Bolsonaro é, por isso, foi recebida festivamente por Haddad. Sem um fato a citar, ela omitiu facada em Bolsonaro e tortura falsa de Geraldo Azevedo pelo vice deste, general Mourão.  Se gostar deste vídeo,  por favor, dê um like nele e se inscreva no meu canal no Youtube para ser avisado quando gravar e publicar os próximos.

Para ver o vídeo clique aqui

Madame Chinchilla é de um partido filiado à Internacional Socialista, como PDT de Ciro, e parceira de Raul Castro e Hugo Chávez. Foto: Nelson Almeida/AFP

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.