CGU manda suspender tratoraço

Quando Estadão deu notícia exclusiva da distribuição de máquinas agrícolas compradas com sobrepreço para prefeitos governilstas, governo desmentiu, mas agora CGU mandou suspender ou renegociar compras

José Nêumanne

14 de setembro de 2021 | 16h42

Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional, teve de suspender, por determinação de Rosário, da CGU, distrituição de máquinas agrícolas com sobrepreços a prefeitos leais ao bolsonarismo. Foto: Adalberto Marques/MDR

Por orientação da Controladoria-Geral da União(CGU), o Ministério do Desenvolvimento Regional suspenderá ou renegociará contratos que somam R$ 3 bilhões destinados à compra de máquinas agrícolas a pedido de deputados e senadores por meio do esquema do orçamento secreto. Uma análise já identificou sobrepreço no valor de R$ 142 milhões. A auditoria da CGU foi instaurada após furo de Breno Pires no Estadão revelar que o desgoverno de Jair Bolsonaro criou o mecanismo de “toma lá, dá cá” para aumentar sua base de apoio no Congresso. À época da revelação, o Planalto a definiu como fake news, mas o desenrolar dos fatos está mostrando que a turma do deixa disso estava completamente errada. Os bolsonaristas Wagner Rosário e Rogério Marinho tiveram que engolir em seco e confirmar a notícia.

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para o comentário na terça-feira 14 de setembro de 2021

1 – Governo suspende o “tratoraço” após TCU apontar o sobrepreço – Esta é a manchete de primeira página da edição impressa do Estadão de 14 de setembro de 2021. A que conclusões é possível chegar após essa decisão

2 – Policiais terão financiamento habitacional com subsídio – Este é o título de uma chamada no alto da primeira página do jornal desta terça-feira. Qual é a lógica, na sua opinião, de anúncios de privilégios específicos para grupos especiais na distribuição sem explicações do dinheiro público

3 – Aras pede ao STF suspensão da MP sobre fake news – Este é o título de uma chamada na primeira página do Estadão de hoje. O que o procurador-geral da República achou da medida provisória que proíbe redes sociais de reprimirem a mentira que veiculam que o presidente do Senado fingiu que não viu

4 – Partidos tentam acordo para encher protestos – Este é o título da principal notícia da página A8 da Editoria Política do jornal do dia. Será possível, a seu ver, que as agremiações partidárias superem suas divergências para levarem multidões à rua pelo impeachment de Bolsonaro

5 – Alexandre de Moraes diz que rachadinha “é modalidade ostensiva de corrupção” – Este é o título de chamada de capa do portal do jornal de hoje. Que caso específico levou o ministro do Supremo Tribunal Federal a essa conclusão sobre crime pelo qual são investigados três membros da família presidencial

6 – Juíza arquiva mais uma investigação contra Lula – Este é o título de uma notícia publicada na página A8 da Editoria Política do Estadão que está circulando. O que levou a juíza federal de São Paulo Maria Carolina Akel Ayoub a propalar mais essa sentença liberando o ex-presidente para disputar a eleição presidencial de 2022

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.