Centrão e esquerda se unem contra o Brasil
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Centrão e esquerda se unem contra o Brasil

Sob chefia de Maia e Alcolumbre, fisiológicos do Centrão, incluídos do DEM, se unem para tirar poder do presidente da República para sabotar compromissos por ele assumidos com o povo que o elegeu e lhes impôs derrota eleitoral

José Nêumanne

05 de junho de 2019 | 17h57

Rodrigo Maia nega, mas evidências o definem como o poderoso chefão do bando do Centrão na Câmara, que preside. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Um dos episódios mais espúrios da História política brasileira foi a aliança firmada entre os delinquentes do Centrão e seus colegas do PT e do PCdoB para evitarem a votação marcada para quarta-feira 5 de junho e adiada para o dia 11 do pedido de socorro feito pelo governo e recorrente na História recente de crise do Brasil da autorização do Congresso para o governo contrair novas dívidas e poder, assim, cumprir a “regra de ouro” da Lei da Responsabilidade Fiscal. O caso deixa claro que os membros dos partidos mais fisiológicos do espectro político somam esforços com os militantes de esquerda. se vingando da derrota que sofreram nas eleições presidencial e estaduais de 2018, sabotando a administração pública e perpetuando os efeitos malignos da crise econômica, moral e política, pela qual são os principais culpados. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo no YouTube clique aqui

Tendências: