Centrão chorão
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Centrão chorão

Mostrando-se magoados com críticas que lhes foram desferidas pelo povo que foi às ruas domingo, parlamentares perdem excelente oportunidade de escutarem e aprenderem com aqueles que dizem representar

José Nêumanne

29 de maio de 2019 | 07h03

Elmar Nascimento (DEM/BA) reclamou do radicalismo e da beligerância do povo, de que se diz representante e que foi à rua reivindicar reformas. Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

Os deputados do Centrão, de modo geral, reagiram muito mal às críticas que sofreram nas manifestações de rua em várias cidades brasileiras. O líder do DEM, um dos partidos que hoje compõem o bloco, Elmar Nascimento (BA), por exemplo, disse que “o radicalismo e a beligerância nunca levaram a lugar nenhum.” E o relator da reforma da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP), tomou as dores de Rodrigo Maia: “não há sentido você atacar alguém que tem papel fundamental para a reforma, querendo a reforma”. Em vez de resmungar, eles deviam escutar e tentar aprender algo. Afinal, dizem-se representantes do povo, que nem compreendem. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da quarta-feira 29 de maio de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player

Tendências: