Campanha contra coronavírus já
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Campanha contra coronavírus já

Melhor forma de reduzir contaminação pelo coronavírus no Brasil é entregar ao Ministério da Saúde campanha publicitária, a ser lançada imediatamente sobre o que fazer para evitá-la

José Nêumanne

06 de março de 2020 | 14h24

Especialistas aconselham substituir máscaras por higiene repetida das mãos com água e sabão e evitar usar aperto de mãos como forma de cumprimentar. Foto: Juan Ignacio Roncoroni / EFE

Com pelo menos um caso de transmissão local, o Brasil entrou na lista das vítimas do novo coronavírus com desabamento da Bolsa de Valores de São Paulo em 4,65% e alta do dólar de 1,56%, apesar da tentativa de contenção com a entrada do Banco Central no mercado para evitar desvalorização excessiva. Já passou da hora de governo federal aproveitar excelência de seu ministro da Saúde, Mandetta, para protagonizar campanha de propaganda em massa dos meios de comunicação, que poderiam veiculá-la gratuitamente. E, se possível, deixando de lado seus marqueteiros especialilzados em guerra ideológica, e não contra vírus.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos do comentário da sexta-feira 6 de março de 2020

1 – Haisem – Brasil tem casos de contágio local pelo novo coronavírus – é a manchete do Estadão na primeira página de hoje. Em que essa novidade altera o comportamento a ser adotado por nós, brasileiros, diante da epidemia da gripe de origem chinesa

SONORA_OLIVEIRA 0603

2 – Carolina – Bolsa cai 4,65% e dólar sobe 1,56% em meio a estresse global – este é o título da chamada publicada ao lado da manchete na capa de nosso jornal hoje. Quais são suas expectativas a respeito da doença em nossa fragilizada economia que ainda não saiu da crise

3 – Haisem – Desaparecidos na Baixada já chegam a 42 – o que você acha que ´pode servir de alerta que mude essa situação de tragédia humana provocada pelos temporais de verão nas serras brasileiras

SONORA_GRAMANI 0603

4 – Carolina – Senadores já disputam relatoria do Orçamento e controle de 19 bilhões de reais – este título encabeça notícia dada na página A 5 da Editoria de Política do Estadão – O que esta informação significa em termos de ruptura da democracia representativa vigente no País

5 – Haisem – Por que uma ameaça divulgada nas redes sociais por Olavo de Carvalho pode tornar a atriz Regina Duarte a secretária de Cultura mais breve dos quatro nomeados por Bolsonaro para o cargo por negando-lhe a prometida prerrogativa da carta branca no cargo

6 – Carolina – Qual a relevância da prisão pela Polícia Federal no Rio, a seu ver, do ex-secretário Nacional de Justiça Astério Pereira dos Santos, que teria repassado ao empresário conhecido como Rei Arthur informações sigilosas sobre a eventual prisão deste, motivando sua fuga para o exterior

7 – Haisem – Que novidades traz ao combate à corrupção a notícia de que o relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Edson Fachin, mandou para a operação em Curitiba inquérito que compromete o ex-presidente Michel Temer e outros dirigentes do PMDB em investigação sobre delação do ex-presidente da Braspetro Sérgio Machado

8 – Carolina – Você foi surpreendido pela notícia de que o craque Ronaldinho foi pilhado usando documentação falsa no Paraguai, mas, como revela foto-legenda na primeira página do Estadão hoje, o Ministério Público do país vizinho decidiu não puni-lo.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: